Localizando-me



Uma imagem não vale mais que mil palavras... sem 420 caracteres

Sabia que você pode ser a diferença entre uma rede social acessível ou não para pessoas com deficiência visual? Sim, você! Aprenda a descrever mídia e torne-se uma pessoa mais consciente ao gerar conteúdo!

Como habilitar a ferramenta de descrição?

Importante: Tenha em mente que esta ferramenta não é semelhante ao do Facebook, onde a descrição de imagens é feita de forma automatizada através de tecnologia de reconhecimento de objeto e você não tem poder de edição. Você terá que fornecer descrições de forma manual, usando no máximo 420 caracteres tanto no Twitter quanto no Mastodon.

Twitter

Versão para desktop: A opção de descrição de imagens está abrigada sob a aba "Acessibilidade" do menu "Configurações". Você pode acessá-la diretamente através deste link.

Captura-de-tela-de-2017-10-26-17-45-54

Aplicativos oficiais: A opção também está presente na aba "Acessibilidade" do menu "Configurações e privacidade".

Aba "Acessibilidade" do aplicativo do Twitter para Android. A opção de descrição encontra-se na subseção "Visão".

Mastodon

Não há opção para ativar ou desativar a ferramenta, ela foi feita disponível a todos por padrão a partir da versão 2.0.0.

Como descrever imagens?

Twitter

Versão para desktop: Ao fazer o envio de uma imagem, você verá nela uma faixa preta com os dizeres "Adicionar descrição". Clique nela para prosseguir.

Captura de tela da caixa de escrita do Twitter mostrando um tweet a ser enviado com uma foto anexada. Na imagem, há uma faixa preta, clicável, com a frase "Adicionar descrição".

Isso abrirá a janela de descrição. Escreva-a como for pertinente e clique em "Aplicar".

Tela de descrição de imagens do Twitter. Uma caixa de escrita aparece, onde você deve fazer a descrição e posteriormente clicar em "Aplicar". A legenda inserida foi: "Pequeno hedgehog aconchegado em um extremo de um sofá."

Pronto! Agora há uma descrição atribuída.

Versão mobile: A ferramenta de descrição não está disponível.

Aplicativos oficiais: O mesmo processo se aplica.

Aplicativos de terceiros: A ferramenta de descrição de imagens consta na API REST do Twitter, conforme afirma esta postagem da empresa. Se o app que você usa não a implementou, contate quem o desenvolve e peça que ela seja adicionada.

Mastodon

Tanto no site mobile quanto no desktop a ferramenta possui a mesma aparência e comportamento. Passe o mouse ou dê um toque sobre a imagem para a faixa preta com a mensagem "Descreva a imagem para deficientes visuais" apareça.

Captura de tela do site mobile do Mastodon. Na caixa de escrita, a frase "This is the kind of thing that keeps me going." A imagem enviada é uma captura de tela de um e-mail do GitHub. Sobre a imagem, há a faixa preta com a mensagem "Descreva a imagem para deficientes visuais".

A edição acontece na faixa, sem abrir uma janela adicional. Basta escrever e a descrição será aplicada.

Aplicativos: O Mastodon não possui um aplicativo oficial, mas a sua API é completamente aberta. Se o app que você usa ainda não implementou a ferramenta, contate quem o desenvolve e peça que ela seja adicionada.

Qual é a melhor maneira de descrever uma imagem?

Sidney Andrade, uma pessoa maravilhosa por trás de um perfil do Instagram chamado @descrevepramim, fez um texto sobre isso: Como tornar suas Timelines mais acessíveis para pessoas cegas.

Como posso verificar se uma imagem tem ou não uma descrição atribuída?

Twitter

  1. Usando um leitor de tela. Quando a imagem for selecionada (através da navegação com os dedos em dispositivos móveis ou pelo mouse/tab em computadores), o software lerá em voz alta o texto associado.
  2. Inspecionando os atributos da imagem. Isso pode ser feito de duas formas:
    a. Inspecionando o elemento dando uma olhada no código HTML:
    Captura de tela mostrando as propriedades HTML do elemento selecionado (imagem descrita). Atribuído como "alt", está a frase "Pequeno hedgehog aconchegado em um extremo de um sofá".
    b. Usando a ferramenta de visualizar informações sobre uma imagem em seu navegador:
    Captura de tela da janela da opção "View Image Info" do Mozilla Firefox. O campo "Associated Text" aparece com a descrição previamente feita.

Mastodon

Para videntes, simplesmente repousar o mouse sob a imagem revela a descrição atribuída:
Captura de tela de meu toot com os dizeres: "I was studying for my Probability & Statistics exam when I received this e-mail from GitHub. I did the math and I am sure there's a 100% chance that things like this keep me happy when contributing to F/OSS projects. <3". A descrição é: "Screenshot from Gmail of a mail from GitHub. Konrad Pozniak wrote on my pull request to Tusky's repository: "Thank you so much for the translation, your work is really appreciated <3"

Como previamente afirmado com imagens no Twitter, inspecionar o elemento também revela a descrição, seja através de seus atributos HTML:
Captura de tela mostrando as propriedades HTML do elemento selecionado (imagem descrita). Atribuído como "alt", está a descrição.

Ou a ferramenta para checar informações de uma imagem:
Captura de tela da janela da opção "View Image Info" do Mozilla Firefox. O campo "Associated Text" aparece com a descrição previamente feita.

Além de, é claro, funcionar com leitores de tela.

As ferramentas permitem a descrição de GIFs ou vídeos?

Twitter

Não. Você terá que fazer descrições em separado, ou no tweet de envio ou em um tweet posterior, associado à postagem original. Recomendo que use um indicador de delimitação para a descrição, por exemplo:

[Descrição: (insira a sua descrição aqui)]

Dessa forma, o conteúdo de sua postagem não será confundida com a descrição.

Mastodon

O desenvolvedor tentou fazer uso de um atributo chamado aria-label, como podemos observar ao inspecionar um GIF que tentei descrever:
Captura de tela mostrando os atributos do GIF que postei. Atribuído como "aria-label", está a descrição: "GIF. Pikachu swimming while visibly worried".

Entretanto, como leitores de tela não detectam tal atributo como descrição, aconselho a proceder como descrevi acima. Por sinal, se você tiver uma sugestão de como implementar isso, por favor, faça-a no repositório do projeto no GitHub.

Agora que você sabe o que pode ser feito, espero que isso faça com que seus hábitos de postagem mudem e que descreva todo conteúdo que compartilhar. Obrigada por ler e, por favor, passe essas informações para outras pessoas! Quanto mais pessoas se informarem, melhor.



Anna e só

Goiânia, Goiás, Brazil |

That disabled user you need to think about — and is willing to help you out. Works with localization (l10n) & internationalization (i18n). Want to talk? You can reach me at contraexemplo@protonmail.ch